icon-newsletter

Dia 10: lidando com a dor

“Mas ele me disse: “Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza”. Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim.” — 2 Coríntios 12:9


SEU DESAFIO:

Aprenda a correr para o Senhor em sua dor.


Por Gaye Clark

Em janeiro de 2013, implorei a Deus por um pouco de paz e tranquilidade em minha vida. Eu me sentia sobrecarregada o tempo todo.

Sem que eu soubesse, Deus já estava planejando minha paz. Meus filhos estavam na faculdade, e meu marido, Jim, começou a planejar minha aposentadoria da enfermagem. O que ele não estava planejando era 1º de outubro de 2013. Naquele dia, meu amado Jim morreu inesperadamente.

O silêncio daquela primeira manhã de sábado foi ensurdecedor. Um silêncio doloroso invadiu a minha alma e estabeleceu moradia.

Eu aprendi que a batalha de cada mulher com o luto é única. Como você lida com esse companheiro indesejado que trocou de lugar com seu ente querido?

 

Busque a Deus, mesmo que não queira.

Meu marido lutou contra o câncer quando era adolescente e fez do Salmo 91:16 o versículo da sua vida:

“Vida longa eu lhe darei, e lhe mostrarei a minha salvação.”

O objetivo principal de Jim era honrar o Senhor. No entanto, ele morreu aos cinquenta e quatro anos. Parece uma contradição, não é?

Matthew Henry escreveu:

[Eles] continuarão neste mundo até que tenham feito a obra para a qual foram enviados a este mundo e estejam prontos para o céu e isso é tempo suficiente… Deus, por Sua graça, os desmamará do mundo e os fará desejosos de deixá-lo. Um homem pode morrer jovem, mas morre repleto de dias…

A obra de Jim estava completa.  A minha, não. Deus ainda tem planos para me usar, mesmo sendo viúva.

 

Encontre um remédio para sua dor na presença de Deus.

Deus já conhece nossas dúvidas. Nosso Pai celestial está esperando ansiosamente para segurar você e seus braços vazios.

Seu tempo com o Senhor pode parecer um pouco diferente agora, mas continue fazendo todo o possível para estar em Sua presença. Não há outro remédio senão Ele. Por muito tempo depois da morte de Jim, esforcei-me para orar. Eu me apresentei ao Senhor e sentei-me em silêncio em Sua presença. Usei um aplicativo para ouvir a minha leitura Bíblica diária. Ouvir a Palavra de Deus acalmou meu caótico coração.

 

Olhe para a Palavra de Deus através de uma nova lente.

Paulo, que se gabava de que “tudo posso por meio de Cristo”, é o mesmo homem que implorou a Deus para remover um espinho de sua carne. Deus lembrou a Paulo de algo que colei na parede do meu quarto no dia em que Jim morreu: “Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza… para que o poder de Cristo repouse em mim.” (2 Coríntios 12:9) Essa esperança me ajudou a sair da cama. Isso permitirá que você levante a cabeça e olhe para cima.

Deus está convidando você a se sentar a Seus pés e estar em Sua presença (Salmo 91:1). Deus pode ser tanto o conforto terno que você deseja quanto o guerreiro feroz que dará a proteção de que você precisa. Ele continuará a cuidar de você e do seu coração partido.

 

REFLITA E RESPONDA:

  • Você já parou para clamar a Deus em meio a sua dor? Corra para Aquele que é o seu Poderoso Consolador.
  • Quais são algumas maneiras práticas que você pode usar para acalmar seu coração quando a dor parece insuportável?
  • Joni Eareckson Tada lamentou a perda do que ela poderia ter sido quando quebrou o pescoço em um acidente de mergulho aos dezessete anos. Durante anos, ela lutou contra a depressão e pensamentos suicidas. Suas orações fizeram parte de sua jornada para sair dessa tristeza: “Deus me ajude a ver aquilo na Sua Palavra que eu não compreendia antes” e “Se eu não posso morrer, mostre-me como viver”. Que esse seja o clamor do seu coração também.

Chamando as mulheres à liberdade, plenitude e abundância em Cristo. Aviva Nossos Corações é um ministério para mulheres, filial no Brasil da organização internacional Revive Our Hearts.

© 2022 Aviva Nossos Corações.