icon-newsletter

Dia 16: equilibrando o ministério e as demandas da vida

“Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou de antemão para que nós as praticássemos.”—Efésios 2:10


SEU DESAFIO: 

Aprenda como equilibrar o serviço no ministério com suas outras responsabilidades.


Por Heidi Jo Fulk

P: “Se você deseja se voluntariar em um ministério onde os cronogramas/prazos são flexíveis, como você se mantém motivada para colocar isso como uma prioridade, quando a “vida” e as demandas familiares continuam empurrando seu voluntariado para o final de sua lista de afazeres?”

R: É sábio combinar o desejo de servir em um ministério com sabedoria e discernimento. Todas nós precisamos ser fiéis e eficazes ao servir.

 

A primeira coisa que noto é seu desejo de servir. Isso não é algo pequeno. Falo  como alguém que já ocupou várias posições de liderança. Quando tive que pedir a outros para servir, esse desejo muitas vezes não foi a resposta que recebi.

A segunda coisa que noto é o seu discernimento. Você já percebeu que equilibrar as demandas da vida e da família e servir bem e fielmente no ministério exigirá intencionalidade.

 

Portanto, partindo desse ponto, eis o que eu recomendaria:

  • Deve haver algo que a atraiu a este ministério – seja uma inspiração do Espírito Santo, uma necessidade que você vê, uma habilidade que você possui que se ajusta a uma necessidade ou uma combinação dessas coisas. À medida que as necessidades de sua família, amigas, trabalho ou vida diária vierem, lembre-se propositalmente da inspiração ou necessidade que primeiro a atraiu para este ministério. Isso ajuda você a definir a prioridade adequada ao ministério.
  • Estabeleça alvos. Mesmo que não haja cronogramas ou prazos definidos por outra pessoa envolvida neste ministério, isso não significa que você não pode definir alguns por conta própria! Comece definindo metas realistas e gerenciáveis e ajuste caso seu tempo ou esforço for necessário em outro lugar. Definir algumas metas e um cronograma aproximado para essas metas no início estabelecerá um padrão para o seu serviço.
  • Sempre que você perceber que empurrou o voluntariado para o final da sua lista de tarefas, não o deixe ficar aí. Lembre-se de que servir é uma maneira de exibir Cristo em seu lar, na sua vizinhança, igreja e qualquer outro contexto onde você gasta seu tempo e energia. É essencial que nossos filhos nos testemunhem servindo. Também é um exemplo para nossos amigos, ajuda as pessoas envolvidas, e é necessário tanto para a igreja quanto para o mundo ao nosso redor.

 

Eu a incentivei a lembrar regularmente o que a motivou a este ministério em primeiro lugar. Convido você a dar alguns passos adiante e lembrar o que obriga e permite que você, como um seguidora de Cristo, faça qualquer coisa:

[Ele também] nos ressuscitou com ele e nos assentou com ele nos lugares celestiais em Cristo Jesus, para que nos séculos vindouros ele pudesse mostrar as riquezas incomensuráveis de sua graça em bondade para conosco em Cristo Jesus. Pois pela graça você foi salvo por sua fé. E isso não é obra sua; é dom de Deus, não fruto de obras, para que ninguém se glorie. Pois nós somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou de antemão, para que andássemos nelas. (Efésios 2: 6–10, ênfase adicionada)

Que você seja estimulada e veja claramente cada propósito que Deus tem para você!

 

REFLITA E RESPONDA:

  • O voluntariado no ministério está em segundo plano em sua vida?
  • Pense em uma meta realista que você pode estabelecer para ajudá-la a manter suas prioridades no ministério e na vida.
  • Peça a Deus que lhe dê um equilíbrio saudável de prioridades e ore para que Ele a conduza nos propósitos que tem para você.

 

Chamando as mulheres à liberdade, plenitude e abundância em Cristo. Aviva Nossos Corações é um ministério para mulheres, filial no Brasil da organização internacional Revive Our Hearts.

© 2022 Aviva Nossos Corações.