icon-newsletter

Cinco maneiras de encorajar seus filhos a orar

Por Laura Wifler

Nota do Editor: Hoje estamos compartilhando um post de nossa convidada Laura Wifler, co-fundadora da Risen Motherhood. Caso se sinta encorajada por essa postagem, confira o novo livro de Laura sobre oração para crianças: Any Time, Any Place, Any Prayer. —Laura Elliott

Conforme eu crescia, não me lembro especificamente de ter sido ensinada a orar. Não tive aulas formais, não me sentei para ter lições disso, não me mostraram gráficos na lousa ou diagramas de Venn, também não tivemos uma “sessão prática” em família ao redor da lareira. A oração era simplesmente uma parte da cultura da nossa família, tecida no dia a dia, tão natural quanto as refeições, o descanso e as conversas.

Hoje, como mãe de três filhos, frequentemente olho para a minha infância e penso sobre como meus pais ensinaram seus filhos a orar. Minha tendência pessoal, quando se trata de ensinar disciplinas espirituais em nosso lar, é procurar uma opção única e infalível. Mas, como na maioria das coisas na criação de filhos, meus próprios pais me mostraram que ajudar uma criança a aprender a orar é uma combinação de coisas construídas ao longo do tempo; pequenos insumos diários que formam uma base sólida para uma criança usar pelo resto de sua vida. 

Aqui estão cinco maneiras de encorajar seu filho a crescer no amor e na compreensão da oração.

 

1. Crie um espaço seguro para seu filho. 

Parece que não importa quantos anos tenhamos, a oração, principalmente com os outros, pode ser um pouco assustadora. Um primeiro passo importante em qualquer casa é criar um espaço seguro para seu filho aprender o que significa falar com Deus. Não fique frustrado se seus filhos mais novos estiverem fazendo orações tolas ou irreverentes sobre o cachorro ou o tapete. Confie que o mesmo Deus que está trabalhando em seu coração está trabalhando no de seu filho.

Em última análise, Deus é quem os amadurece por meio de orações rotineiras ou imaturas. Se necessário, faça uma correção depois, em outro momento e de uma forma apropriada para a idade de seu filho e não no momento da oração. Ou converse depois com ele para ampliar sua visão sobre o que a oração significa. Acima de tudo, mostre que eles podem falar com Deus em qualquer lugar, a qualquer hora, sobre qualquer coisa que estiver em seu coração.

 

2. Ensine ao seu filho uma teologia básica da oração.

Às vezes, as perguntas mais fundamentais parecem mais difíceis de responder. Ajude seus filhos a verem que a oração não é complicada, ela é simplesmente “falar com Deus”. Conforme eles crescem, você pode desempacotar essa afirmação para ajudá-los a obter um entendimento mais sólido a respeito desta frase. Reserve um tempo para traçar o tema da oração nas escrituras. Veja onde os heróis da fé, como Ana, Jonas, Neemias, Davi e Paulo oraram. Sobre o que eles oraram? Por quem eles oraram? Quando eles oraram? Por que eles oraram? Como eles conseguiram orar? Ao explorar temas como esses, você estabelecerá a base para responder às suas perguntas mesmo depois que seus filhos já tiverem saído de casa.

 

3. Permita que seu filho faça perguntas.

Como os adultos, as crianças geralmente têm muitas perguntas sobre a oração. “Por que eu tenho que fechar meus olhos?” “Existe uma maneira certa de orar?” “Por que oramos durante as refeições?” Essas são perguntas boas e naturais de se fazer. Até mesmo os discípulos pediram a Jesus que os ensinasse a orar em Mateus 6. Permita que seu filho faça perguntas e responda da melhor maneira que puder. Se você não sabe as respostas, seja honesta! Em seguida, busque com eles as respostas para que vocês aprendam juntos.

 

4. Dê ao seu filho subsídios para a oração.

Mesmo nós, como adultos, podemos ficar sem saber pelo que orar ou na dúvida se realmente podemos levar a Deus as coisas que estão em nossas mentes. Ajude seu filho a ver que o povo de Deus sempre falou com Ele. Estude a Oração do Senhor em Mateus 6, os Salmos, como o Salmo 23 ou 121 ou as orações nas epístolas como Efésios 3:14–19. Ensine a eles os hinos ou orações dos antigos cristãos com tópicos e linguagem diferentes ao longo do tempo.

Por meio de conversas e sendo um modelo, ajude seu filho a entender que nada é grandioso, triste, assustador ou maravilhoso demais para Deus. Por meio da oração, confessamos, nos arrependemos, mostramos gratidão e clamamos por ajuda. Não precisamos ter a linguagem perfeita, não há problema em parar durante a oração para pensar no que dizer e não há necessidade de soar perfeitamente eloquente. Podemos ser quem somos.

 

5. Mostre ao seu filho que a oração é infinitamente criativa.

Da mesma forma que queremos ensinar a nossos filhos que a oração pode ser simples e descomplicada, também podemos ensiná-los que existem muitas maneiras maravilhosas de praticar essa disciplina espiritual. Dê a eles um diário de oração ou mantenha um em família, pratique a oração com os nomes ou atributos de Deus, tire uma noite e faça uma caminhada de oração, memorize as passagens da Bíblia e ore esses versículos em grupo ou passe algum tempo orando por vários países, governos, missionários ou colegas de classe. Mostre a seus filhos que eles podem orar em silêncio ou em voz alta. Eles podem orar sozinhos, com amigos, em família ou até mesmo com sua igreja.

Como pais, podemos fornecer a nossos filhos uma compreensão fundamental da oração ao oferecermos a eles uma infância cheia de encorajamento e apoio na prática desta disciplina espiritual importante e vital. Mas, em última análise, nossa primeira prioridade é sermos, nós mesmas, fiéis na oração. No cultivo de nossa própria vida de oração, podemos orar para que os corações de nossos filhos se inclinem para a oração e que Deus nos dê sabedoria para cria-los de forma que eles conheçam a Deus. Acredite que, com o tempo, com pequenas contribuições e dedicação diária, Deus irá aprofundar e desenvolver um amor por Ele nos corações de nossos filhos e, com isso, um desejo de falar com Ele.

 

Aprenda como permanecer enraizada no evangelho em REVIVE ’21: “ENRAIZADAS”, uma conferência do Revive Our Hearts que aconteceu nos dias 8 e 9 de outubro de 2021 em Indianapolis, EUA. Os vídeos das 4 sessões já estão disponíveis aqui no nosso site neste link: Conferência Revive ’21

Chamando as mulheres à liberdade, plenitude e abundância em Cristo. Aviva Nossos Corações é um ministério para mulheres, filial no Brasil da organização internacional Revive Our Hearts.

© 2021 Aviva Nossos Corações.