icon-newsletter

Orando enquanto solteira: quatro versículos para ajudá-la a lutar pela alegria

Por Cindy Matson

 

Os gritos ainda ecoam nos meus ouvidos: alegria desenfreada no dormitório feminino, quando uma garota voltou de um passeio com um anel de noivado no dedo. Não esqueço dos três anos de Ensino Médio, mais quatro de faculdade, sem nunca ter sido convidada para sair por um rapaz.

Eu sei o que é receber um diploma de bacharel sem perspectivas de casamento e, em seguida, mudar-se para o outro lado do país, longe da minha família, para uma comunidade de estranhos, a fim de começar uma carreira como professora solteira. Por dez anos frequentei minha igreja atual, que parecia desesperadamente desprovida de qualquer homem elegível, ouvindo um sermão após o outro que ilustrava o casamento e a maternidade, enquanto eu me sentava lá, solteiríssima.

Eu não digo essas coisas com amargura. Mesmo enquanto as vivia, lutei muito contra essa tentação. Digo essas coisas porque quero que você, irmã solteira, saiba que entendo o que é ficar solteira por mais tempo do que gostaria.

 

Orar as Escrituras é algo muito poderoso, então considere hoje estes versículos e ore por você mesma enquanto estiver solteira. Embora as ilustrações sejam dirigidas especificamente à leitoras solteiras, essas passagens não são apenas para um setor da igreja. Amigas casadas, nós também precisamos desses lembretes. E também precisamos de alguns pedidos novos para orar por nossas irmãs solteiras.

 

1. “Livra-me do meu egoísmo. Me dê a mente de Cristo.” 

“Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros. Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus.” (Filipenses 2:3-5)

Um dos maiores perigos da solteirice – principalmente se você mora sozinha como eu – é o egoísmo. É inevitável. Você escolhe o que tem para o jantar, o que passa na TV, a que horas o alarme vai tocar, qual filme assistir no sábado à noite, como deve estar a casa (apartamento) limpa, de que forma o papel higiênico vai no rolo e qual é a temperatura ideal do termostato. Claro, não é necessariamente egoísmo escolher essas coisas: se você não escolher, ninguém o fará. Mas cuidado, uma vida de solteira é um lar aconchegante para o egoísmo.

Nosso Senhor, entretanto, nos chamou para morrermos para nós mesmas. Portanto, devemos reconhecer a tentação do egoísmo e pedir ao Espírito Santo que nos esvazie de nós mesmas. Por ser essa a Sua vontade, podemos ter plena confiança de que Ele a cumprirá. Mas cuidado! Ele pode usar circunstâncias que nós (em nosso egoísmo) não escolheríamos. Ele pode pedir que você more com um colega de quarto difícil ou colabore com um colega de trabalho agressivo. Talvez Ele a coloque em um ministério desconfortável ou a chame para ministrar a um membro “não-tão-amável” de sua igreja.

As lições de Deus para você não serão parecidas com as minhas, mas aprender a abnegação não é fácil para nenhuma de nós. Se realmente queremos a mente de Cristo, devemos confiar em nosso Pai para nos conformar amorosamente à imagem de Seu Filho.

 

2. “Ensina-me a estar contente com toda e qualquer circunstância que Tu colocas em minha vida.”

Não estou dizendo isso porque esteja necessitado, pois aprendi a adaptar-me a toda e qualquer circunstância.
(Filipenses 4:11)

Talvez você tenha ouvido uma mulher que já foi solteira, mas que agora está casada, dizer algo assim: “Assim que encontrei contentamento em minha condição de solteira, Deus me deu um marido maravilhoso e amoroso.” Sim, e embora não queira contradizer as mulheres que fizeram tais afirmações, também quero reconhecer o perigo em tal declaração. Amigas, devemos ter cuidado para não usar nossa oração como alavanca. Não podemos brincar de “quid pro quo” com Deus, tipo “Ficarei contente se me der um marido”.

Por muito tempo como solteira, lutei contra essa mentira e aprendi a definição do verdadeiro contentamento: confiar em Deus em quaisquer circunstâncias que Ele possa trazer: solteira, namoro, casamento, divórcio, viuvez. Orar  Filipenses 4:11 exigia que eu dissesse: “Ensina-me a ser contente, mesmo que isso signifique ficar solteira para o resto da minha vida”. Acredite em mim, aquela oração não saiu facilmente da minha boca!

No último capítulo de Filipenses, Paulo diz a seus leitores que o contentamento não é algo natural para ele. Ele diz que aprendeu a se contentar em “qualquer estado”. Alguns versículos depois, lemos suas famosas palavras: “Posso todas as coisas naquele que me fortalece” (v. 13). Quando lido em seu contexto, vemos que este versículo ensina que o contentamento, seja no estado de solteira, num casamento ruim, num emprego sem futuro ou enfrentando uma doença crônica, não vem por mera força de vontade. Cristo nos fortalece para encontrar o verdadeiro contentamento e paz Nele – não importa o que aconteça.

 

3. “Não me deixe desperdiçar minha solteirice 

“Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.” (Mateus 6:33)

“Mantenham o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas.” (Colossenses 3:2)

Você provavelmente já ouviu o termo solteira ser usado como um “dom”. E talvez ao ouvir, revirou os olhos e pensou: “Sim, o dom que ninguém quer.” Estive lá. Talvez a palavra dom não seja a melhor. Em vez disso, pense na solteirice como um capital que requer investimento e administração.

O capital da condição de solteira vem principalmente na forma de tempo e recursos. Como não há marido para cuidar ou filhos para ajudar com a lição de casa, uma pessoa solteira normalmente tem mais tempo livre. E porque ela provavelmente não tem dependentes que precisem de sapatos novos e dinheiro para viagens escolares, ela geralmente tem um orçamento mais flexível do que uma mãe casada da mesma idade. Essas coisas podem não ser verdadeiras em todos os casos, mas na maioria das vezes são. Sempre que Deus nos confia um bem, seja dinheiro , filhos ou solteirice, Ele espera um investimento sábio de nossa parte.

A questão é: como você investirá seu capital?

Você gastará seu tempo e dinheiro extra no shopping? Em férias exóticas? Num salão de beleza caro? Em clubes ou online tentando conhecer homens? Você vai dedicar seu tempo extra buscando formas de progredir em sua carreira? Viver vicariamente online? Ou você vai gastá-lo com adolescentes, orientando-os espiritualmente? Fazer compras para os idosos de sua igreja que não podem mais sair? Usará esse tempo para conhecer seu Deus e Sua Palavra?

Por causa da nossa inclinação natural para o egoísmo, Satanás nos tentará a desperdiçar nosso capital com nós mesmas,  e expandir nossos próprios “reinos”. Em vez disso, lute contra essa tentação e ore para que Deus a ajude a administrar esta temporadanão importa o quanto durepara a glória de Seu amado Filho.

 

4. “Não me deixe perder minha alegria.” 

“Tu me farás conhecer a vereda da vida, a alegria plena da tua presença, eterno prazer à tua direita.” (Salmo 16:11)

A condição de solteira para mim durou trinta e dois anos. Talvez isso não pareça nada para você, ou talvez pareça uma eternidade. Não conheço sua história, mas sei que se você é solteira e gostaria de se casar, a tentação da amargura virá ao teu encalço, provavelmente quando você menos esperar.

Como um monge autoproclamado da mídia social, tenho algumas contas que ficam totalmente adormecidas cerca de 99% do tempo. O principal motivo da minha condição de eremita online é saber que meu coração pode rapidamente ficar com ciúme ao ver a família perfeita de outra pessoa no Instagram e todas as coisas divertidas que eles estão fazendo enquanto estou em casa de pijama. A tentação continua até hoje, mas era especialmente forte antes de eu me casar. Meu coração pode ir de contente e alegre a ciumento e zangado em cerca de três segundos. E o seu? Talvez para você o gatilho não seja a mídia social. E quanto às comédias românticas? Ou romances? Ou a última capa da revista Caras?

 

Amigas, o inimigo está tentando roubar nossa alegria. E isso será verdade quer você caminhe ao altar ou não. Não acredite na mentira de que a alegria virá com um vestido de noiva e um anel de brilhantes. Como Davi nos diz no Salmo 16:11, alegria abundante é encontrada na presença de Deus.

Essa promessa é sua, independentemente do seu estado civil!

 

Irmãs solteiras, não há nada de errado em orar para que Deus permita que vocês se casem com um rapaz piedoso e bonito, e que vocês o encontrem no Starbucks esta tarde. No entanto, você não tem ideia se essa é a vontade Dele ou não. Passe algum tempo orando sobre coisas que você sabe que Ele deseja e realizará em sua vida. À medida que Ele molda você à imagem de Cristo, o romance (ou a falta dele) cuidará de si mesmo.

 

https://www.reviveourhearts.com/blog/praying-while-single-four-verses-help-you-fight-jo/?fbclid=IwAR3DcHHUUI1FIcVCXwFD8xdcF3QV7VwV23TKvZy6u6P7pIP4VQ30Me4yRVk

Chamando as mulheres à liberdade, plenitude e abundância em Cristo. Aviva Nossos Corações é um ministério para mulheres, filial no Brasil da organização internacional Revive Our Hearts.

© 2021 Aviva Nossos Corações.