icon-newsletter

3 tesouros que jamais poderão ser roubados

Por Cindy Matson

Adoro um bom filme sobre roubos em que, sem disparar um tiro ou mesmo portar uma arma, ladrões arrombam algum cofre supostamente impenetrável e escapam com milhões de dólares. Não é que eu celebre um grande furto, mas aprecio a genialidade por trás das façanhas. Em todos os casos, os ladrões embolsaram com sucesso um tesouro que seu dono pensava que jamais poderia ser levado.

Provavelmente esses filmes não têm muito valor além do mero entretenimento, mas ensinam pelo menos uma lição: tesouros são vulneráveis. Quase tudo que valorizamos—de pessoas a posses e habilidades—pode desaparecer em um instante. No entanto, as Escrituras nos ensinam sobre alguns tesouros preciosos que nenhum ladrão, vigarista, diabo ou déspota pode tirar.

 

  1. Acesso ao trono da graça

Fazer login em uma conta online específica é sempre uma fonte de frustração para mim. Eu raramente a uso, então frequentemente esqueço minha senha e, em seguida, tenho que redefini-la e alterá-la. Como não posso reutilizar uma senha, sou forçada a modificar uma de minhas opções de acesso; então esqueço como a modifiquei e inevitavelmente me vejo na mesma situação na próxima vez que preciso acessar o site. É um ciclo vicioso e irritante. (Eu sei, poderia anotar a senha, mas eu simplesmente esqueceria aonde coloquei o lembrete.)

 

A frustração de login, no entanto, jamais atrapalhará minhas orações. Nunca ouviremos as palavras “acesso negado” ao tentar entrar na sala do trono da graça. Não importa as circunstâncias ao nosso redor, sempre teremos uma audiência com o Rei dos Reis.

Hebreus 4:16 dá uma das promessas mais preciosas das Escrituras. “Assim sendo, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade.”

Nosso inimigo tentou impedir a oração de quase todas as reuniões públicas. As proibições de fazer proselitismo, ter uma Bíblia sobre a escrivaninha no local de trabalho ou mesmo proferir as palavras “sob Deus” no Juramento de Fidelidade à bandeira dos Estados Unidos se tornaram a norma. Embora ele possa tentar impor penalidades para a oração, Satanás jamais poderá roubar nosso acesso ao Pai. Como Seus filhos e filhas, Deus sempre nos receberá.

Nenhuma lei, regulamento, estatuto, regra ou decreto pode nos roubar este tesouro. Embora muitas vezes nos privemos dessa dadiva, permitindo que ele caia em desuso, nenhum poder do inferno pode nos arrebatar o acesso ao Deus Todo-Poderoso. Nosso cantinho de oração pode ser uma cela de prisão, uma fila de desemprego ou um cubículo de trabalho insípido; mas o ouvido do Senhor jamais será ensurdecido ao clamor de Seu povo.

 

  1. Escrituras escondidas no meu coração

Graças ao desenvolvimento de aplicativos com versões da Bíblia na internet, basta um toque de dedo para que a maioria de nós acesse as Escrituras. Aprecio poder acessar a Palavra no meu celular quando não tenho uma cópia impressa da Bíblia comigo. Esses aplicativos são ferramentas maravilhosas e nossas vidas são melhores por causa deles. No entanto, e se os aplicativos religiosos fossem “banidos”? Você consegue imaginar um mundo no qual nenhuma plataforma de telefone suportaria um aplicativo baseado na Bíblia? Eu posso. Não que eu seja adepta a teorias de conspiração, nem estou prevendo que isso aconteça; mas a ideia é concebível. Basta perguntar a países como China, Coreia do Norte ou Afeganistão.

Embora a Palavra de Deus durará para sempre (1 Pedro 1:24-25), constantemente enfrentamos momentos em que não temos a Bíblia (versão em papel ou tela) aberta. Como uma esposa e mãe do lar, embora minha Bíblia nunca esteja longe, não é muito comum que eu tenha um momento no meio do meu dia para ler um versículo sobre como controlar a raiva ou demonstrar tolerância. Também treino um time de basquete e normalmente não tenho a Bíblia aberta na quadra. Não é ilegal ter a Palavra ao meu alcance, mas às vezes é impraticável.

No entanto, nessas mesmas situações, o Espírito Santo frequentemente usa Sua Palavra para penetrar minha consciência. E Ele faz isso usando versículos armazenados no cofre do meu coração.

Eu sei que memorizar as Escrituras não é um tópico popular. Como o exercício, é algo que todas sabemos que devemos fazer, mas quase sempre prometemos a nós mesmas que começaremos mais tarde. Também pode parecer inatingível: “Meus filhos conseguem memorizar qualquer coisa, mas eu simplesmente não consigo guardar coisas na minha memória.” No entanto, se eu perguntasse a você como fazer um bolo de chocolate (ou alguma outra receita que você já preparou um zilhão de vezes), você provavelmente conseguiria me dizer, inclusive com todas as modificações que você fez ao longo dos anos. Não é que você resolveu memorizar a receita, mas depois de olhar para ela e usá-la tantas vezes, ficou gravada em sua mente.

Talvez você precise memorizar as Escrituras como fez com aquela receita. Não se preocupe tanto com o ato de memorizar; apenas expõe sua mente ao mesmo versículo ou passagem repetidamente (e indefinidamente). Coloque-o diante de seus olhos escrevendo em um papel adesivo e cole-o em um lugar de destaque ou fixe-o como fundo na tela do seu celular. Ouça, leia em voz alta, faça o versículo parte da sua vida de oração. Ele se tornará seu.

Independentemente do motivo pelo qual você não tem uma Bíblia à mão, as Escrituras armazenadas em seu coração são um tesouro que jamais poderá ser roubado e que pode ser usado a qualquer hora e em qualquer oportunidade.

 

  1. A esperança do Evangelho 

Você não precisa que eu diga que o mundo passou por mudanças enormes e irreversíveis nos últimos dezoito meses. Assim como a América era irreversivelmente diferente após as Guerras Mundiais, a Grande Depressão ou o 11 de setembro, ela será mudada para sempre pela pandemia do coronavírus. Nosso desejo de voltar à normalidade mudou. Nós nem sabemos mais o que é “normal”. Muitos eventos que ocorreram e atingiram o auge em 2020 deixaram um peso em nosso país. A divisão partidária é mais profunda do que nunca; o otimismo sobre o futuro do governo é baixo; as relações externas são tensas; e o medo e a ansiedade estão aumentando.

Como cristãos, podemos ver a linha divisória entre a verdade e a mentira com mais clareza e sentir a hostilidade de forma mais palpável do que talvez em qualquer outro momento da história de nosso país. Por isso, me pergunto que tipo de país meus filhos conhecerão quando adultos. Eles vão cantar sobre Deus derramando Sua graça na América? Ou eles conhecerão uma América que fez de tudo para omitir Deus inteiramente? Eles estarão livres para frequentar uma igreja que prega o evangelho? Ou eles serão a primeira geração forçada à clandestinidade para adoração?

Perguntas como essas podem nos assombrar como pais e nos levar ao medo paralisante. Mas permitir que a paralisia se instale seria permitir o roubo da minha esperança. Sou grata por Deus ter permitido que eu nascesse na América. Eu vejo isso como Sua graça em minha vida. Mas mesmo que esta grande nação desça em queda livre, ainda tenho esperança.

A esperança do evangelho – do céu, de vida eterna, de paz, alegria e amor – não surge e nem cessa com os eventos mundiais. Nenhum vírus, tumulto, seca ou ato de terrorismo pode roubar essa esperança. É impossível roubá-la. A esperança encontrada em qualquer outra coisa pode desaparecer tão rapidamente quanto uma respiração em uma manhã gelada. Devemos nos ancorar em Cristo – nossa esperança segura e inabalável que jamais irá decepcionar (Hebreus 6:19).

O mundo é instável e incerto, mas podemos ter a certeza de que aconteça o que acontecer, ninguém pode nos roubar o tesouro da oração, a Palavra que habita em nosso coração ou a esperança do evangelho de Jesus Cristo. E em um mundo cheio de manchetes deprimentes, isso é uma notícia muito boa.

Chamando as mulheres à liberdade, plenitude e abundância em Cristo. Aviva Nossos Corações é um ministério para mulheres, filial no Brasil da organização internacional Revive Our Hearts.

© 2021 Aviva Nossos Corações.