icon-newsletter

Esperança para tempos incertos: sobrevivendo e prosperando em uma crise econômica

Por Nancy DeMoss Wolgemuth

Tempos de adversidade—econômica ou outra—não pegam Deus desprevenido. Ele sabe tudo que está acontecendo em nosso mundo. Ele também sabe o que está por vir. Ele está orquestrando todas as coisas para cumprir Seus eternos propósitos redentores e para glorificar a Si mesmo.

 

Deus se preocupa com a maneira como as circunstâncias adversas afetam a vida de Seus filhos. Essas circunstâncias podem ser intensas e dolorosas às vezes, mas não precisam nos oprimir ou roubar a nossa paz. Na verdade, em última análise, qualquer coisa que nos faça precisar de Deus é uma bênção!

 

As crises podem fornecer oportunidades para o povo de Deus florescer espiritualmente e apontar outros para Cristo, que é nossa única Rocha e Esperança – não apenas neste tempo presente, mas por toda a eternidade.

 

Muitas estratégias e ferramentas práticas estão disponíveis para ajudar-nos a lidar com crises financeiras. Aqui estão alguns conselhos e perspectivas bíblicas para ajudar a fortalecer seu coração em meio a esses tempos de incerteza.

 

Olhe para cima, abandone o foco externo ou interno. Nossa reação em tempos turbulentos será determinada por nossa perspectiva e foco. As pessoas deveriam ser capazes de olhar para os cristãos e ver uma resposta à pressão que é distintamente diferente – “inexplicável”! (Filipenses 2:14-15)

 

Resposta   natural                                                                                   Resposta sobrenatural                                                                                                

Foco: externo (circunstâncias); interno (si)                                        Foco: para cima (Deus)

Medo/insegurança                                                                                  Fé/confiança no Senhor

Armazenar                                                                                               Generosidade

(segurando o que você tem)                                                                 (compartilhando o que você tem)

Depressão/desespero                                                                             Alegria/Esperança!

 

Qual dessas respostas descreve melhor onde você se encontra neste momento?

 

Fale suas necessidades a Deus. Peça a Ele provisão, sabedoria, direção e graça para perseverar. Peça a Deus para usar esta época de turbulência e incerteza para trazer avivamento e despertar espiritual em nossas igrejas e em nosso país. (Lucas 11:2-3;  Filipenses 4:5-6)

  • Você já orou sobre isso? Você está pedindo a Ele que forneça o seu “pão diário” e que lhe mostre o que Ele quer que você faça? Você está orando por um avivamento?

 

Aprenda o segredo do contentamento. O contentamento flui quando cremos que Deus providenciou tudo que precisamos no presente e que fornecerá tudo que precisaremos no futuro. (Salmo 73:25; Filipenses 4:11-13; 1Timóteo 6:6-8)

  • Há alguma semente de descontentamento evidente em suas palavras ou espírito – murmuração, reclamação, lamúria, expressando que o que Deus providenciou não é suficiente para atender às suas necessidades?

 

Peça a Deus para cumprir Seus propósitos. Deus usa a adversidade para nos mostrar o que está em nossos corações, para nos purificar e para aprofundar nossa dependência Dele. As temporadas de “vacas magras” podem revelar-se momentos de grandes bênçãos, à medida que as pessoas são despojadas da autossuficiência e seu coração se volta para o Senhor.  (Deuteronômio 8:3)

  • Você está mais focada em atender às suas próprias necessidades e resolver seus problemas ou em ver os propósitos redentores de Deus cumpridos em sua vida, nas pessoas ao seu redor e no mundo? Você está disposta a sofrer perdas e, se necessário, ser materialmente pobre, se isso resultasse na glorificação de Deus e na propagação do Seu Reino?

 

Permita que Deus purifique seu coração. Épocas de “vacas magras” podem ser uma punição divina – tanto pessoal quanto corporativamente. Pergunte a Deus o que Ele está tentando dizer nessas circunstâncias; deixe-O examinar seu coração e, responda com humildade e obediência. (Salmo 139:23-24)

  • Existe algum pecado que você precisa confessar – por exemplo, viver além de suas possibilidades, medo, ganância, valores temporais, amargura, reter o dízimo do Senhor, falta de compaixão pelos necessitados?

 

Permita que Deus reordene suas prioridades conforme necessário. Tempos de dificuldades ou perdas econômicas expõem o que é mais importante para nós e o que realmente amamos. Eles fornecem uma oportunidade para identificar qualquer tendência de acumular “coisas” de que não precisamos e de tomar medidas para desenvolver um estilo de vida mais moderado. (Lucas 12:15, 31, 34)

  • Você precisa redefinir quais são as suas “necessidades”? Você precisa fazer ajustes em seus gastos, para poder viver com suas posses  e/ou dar mais para atender às necessidades dos outros?

 

Deposite sua confiança no Senhor. Ele pode ser confiável. Ele a ama, sabe o que você está enfrentando e cuida de você. Essas circunstâncias não o pegaram desprevenido. Ele ainda está em Seu trono e está cumprindo Seus propósitos em sua vida e no mundo. Confie nEle para atender às suas necessidades – Ele proverá. Agora é a hora de ver o que Deus pode fazer.  (1Reis 17:1-16; Mateus 6:25-34)

  • Lembre-se do que Deus fez no passado. (Deuteronômio 8:2)
  • Repita Suas promessas. (Josué 23:14)
  • Evite resolver o problema com suas próprias mãos. Não deixe que o medo a leve a lugares que Deus não quer que você vá. (Gênesis 12:10-20; Rute 1:1-22)
  • Você está confiando em Deus para atender às suas necessidades ou em alguma outra fonte? A sua resposta à adversidade demonstra fé ou medo? Dependência dele ou autossuficiência?

 

Estenda a mão para outras pessoas. Seja sensível àqueles ao seu redor que possam ter necessidades ainda maiores do que as suas, particularmente aqueles no Corpo de Cristo. Não pense apenas nos seus próprios problemas; coloque as necessidades dos outros à frente das suas.  (Filipenses 2:4)

  • Ore por pessoas necessitadas. (2Tessalonicenses 1:11-12)
  • Procure maneiras de encorajar aqueles que estão passando por lutas. (1Tessalonicenses 1:11-12)
  • Compartilhem uns com os outros— ajude a atender às necessidades materiais de outros, pois o Senhor a abençoou. Esta é uma oportunidade para os cristãos demonstrarem o evangelho e a compaixão de Cristo, para que o mundo diga: “Veja como eles se amam!” (Deuteronômio 15:7, Provérbios 21:13, Tiago 2:15-17)
  • Quem você conhece alguém  que está lutando para sobreviver? Como você pode ser um instrumento da graça de Deus para essa pessoa?

 

Pratique doar como Cristo. A tendência natural em tempos de incerteza financeira é segurar o que temos e dar menos. Mas que oportunidade de demonstrar a grandeza e o poder de Deus em nossas ofertas! Pergunte a Deus como você pode exercer fé e refletir Seu coração generoso em suas ofertas neste momento. (2Coríntios 8:1-4; 9:8)

  • A sua oferta reflete o coração generoso e generoso de Cristo? Como Deus pode querer que você cresça na graça de dar durante esta temporada?

 

Alegre-se no Senhor. Não deixe o inimigo roubar a sua alegria – independentemente do que está acontecendo no mundo ou em sua situação financeira pessoal! Se O temos, somos ricos, temos tudo de que precisamos e temos motivo de sobra para regozijarmos.

  • Você está manifestando a alegria do Senhor às pessoas ao seu redor – em seu semblante, em seu espírito e em suas palavras?

 

https://www.reviveourhearts.com/articles/hope-for-uncertain-times/

Chamando as mulheres à liberdade, plenitude e abundância em Cristo. Aviva Nossos Corações é um ministério para mulheres, filial no Brasil da organização internacional Revive Our Hearts.

© 2021 Aviva Nossos Corações.